Domingo, 27 de Novembro de 2011

TETAS

 

"A todas nós, mulhieres, algun mos mamou las tetas algua beç, para isso stamos acá, que l gusto naide mos lo tira, l que ampuorta ye nun quedar cun noijo: un rapaç ne l palheiro i outro na corte, l padre na sacrestie, un feirante al lhume, l molineiro ne l molino, un de baixo ne l monte, l home quando le dá la gana... l que ampuorta ye nun quedar cun noijo. Destas dues tetas, quando stában a criar la mie Benicia i éran dues tetas de lei i cumo debe ser, grandes i duras i chenas de lheite, tamien mamou la queluobra, mas l miu defunto partiu-le la cabeça cun un çacho i matou-la, eiqui solo hai defuntos i l biento sfamiado a assobiar la Marxa Real ne ls carbalhos."

 

 

 

Camilo José Cela, Galhego, Prémio Nobel de la Lhiteratura 1989

 in "Mazurca para Dos Muertos"

publicado por Çáncia de la Ancarnaçon às 00:39
link do post | comentar | Adicionar als purferidos

.Partecipar

. Partecipar neste blogue

.Ls Outores

.Antradas

. Cun Deboçon mas sin Perbe...

. Bacanças ne l Lhitoral

. Belas firmes, hasteadas i...

. La Rata Znuda

. 30 anhos ó mais

. McGregor

. Ancontro de bloguers

. Bien mos podemos anganhar...

. Passeio de bicicleta pu l...

. Que mundo ye este?!

.Arquibos

. Janeiro 2014

. Agosto 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.tags

. todas as tags

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Lhigaçones

blogs SAPO

.subscrever feeds