Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2011

CHEIROS

 

Al balcon habie pescadores, guardas fiscales, cargadores. Arriba de todas las bozes scuitaba-se la de un bielho fardado de guarda de la cadena, que zoustinaba cula borracheira nun mar de palabreado: - I to las quartas la senhora perfumada me dá ua nota de cien cronas para que la deixe sola cul preso. I na quinta las cien cronas ya se semírun an cerbeija que nunca más acaba. I quando chega al fin la hora de la besita, la senhora sal cul fedor de la cadena ne ls sous bestidos eilegantes; i l preso torna para l calabouço cul perfume de la senhora ne ls sous farrapos de cundanado. I you quedo cul cheiro de la cerbeija. La bida nun passa de ua troca de cheiros.

 

Italo Calvino

Se Numa Noite de Inverno Um Viajante

publicado por Çáncia de la Ancarnaçon às 23:32
link do post | comentar | Adicionar als purferidos

.Partecipar

. Partecipar neste blogue

.Ls Outores

.Antradas

. Cun Deboçon mas sin Perbe...

. Bacanças ne l Lhitoral

. Belas firmes, hasteadas i...

. La Rata Znuda

. 30 anhos ó mais

. McGregor

. Ancontro de bloguers

. Bien mos podemos anganhar...

. Passeio de bicicleta pu l...

. Que mundo ye este?!

.Arquibos

. Janeiro 2014

. Agosto 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.tags

. todas as tags

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Lhigaçones

blogs SAPO

.subscrever feeds